terça-feira, 22 de maio de 2007

Salvem os animais

Estamos a entrar naquele período crítico das férias e como todos sabemos é nesta época que se dão o maior número de abandonos. Tudo é muito engraçado até que o nosso animal de estimação parecer impedir-nos de ir de férias (o que não é verdade) ou cresceu demasiado e saiu fora do previsto logo está na altura do abandonar. Tudo desculpas pois na verdade essas pessoas querem-se é livrar do bicho de qualquer forma e mal arranjam um pretexto fazem-no. O pretexto serve apenas para aliviar a consciência e os remorsos, se é que os têm. Para mim quam é capaz de abandonar um animal do mesmo modo abandona um filho não vejo qualquer diferença e sou intolerante para com essas pessoas. Deveria de existir uma lei que punisse tais pessoas com pesadas multas e penas de prisão, mas certamente não será aqui neste país de brandos custumes e aonde tanto há por fazer.Os animais proporcionam momentos únicos de soliedariedade e companheirismo a toda a prova. Eles sabem como nos confortar ou respeitar o nosso silêncio, os nossos altos e baixos e tudo isso eles sentem. Tão vazia seria a minha vida sem os meus cães. Para mim são como filhos pois por eles sofro quando estão doentes, morro de saudades se estou longe e em momentos de aflição a angústia porque passo parece até um parto. Amo os meus cães e por muito trabalho que me possam dar Deus mos conserve por muitos anos pois a minha vida sem eles será muito mais sofrida. Graças aos meus canitos tornei-me um ser humano mais rico emocionalmente, mais tolerante para com os outros e mais feliz. Em determinado momento frio da minha vida emocional, o ter trazido estes seres para o meu convívio devolveu-me o calor e a alegria e até uma nova vontade de viver. Tudo isto foi extensível ao relacionamento com os outros.Por tudo isto o meu apelo para que nos revezemos na vigilância para com os prevericadores, na divulgação pública dos que abandonam os animais e no apoio às instituições que os recebem como a União Zoófila entre outras.
Todos juntos podemos fazer alguma coisa e não sermos mais uma voz calada na escuridão dos que cruzam os braços presos na impotência do esperar que as coisas, só por si, mudem.
Deixo aqui uma série de cartoons desenhados por mim e inspirados nos meus cães, alguns dos muitos que já tenho e espero editar um dia. Deixo também um vídeo com uma canção na qual participo e da qual gosto muito.
Que este ano aconteçam menos abandonos ou nenhuns são os meus votos.
PARA VEREM OS CARTOONS EM GRANDE BASTA CLICAR EM CADA UM DELES E ABRIR.
Tema: "Salvem os Animais" da autoria de Tó Neto, tocado ao vivo num programa com a banda Oceania (To Neto, Ilze Van Zanten, Marta Caiado, Tomé e António Conceição.

16 comentários:

Carracinha linda! disse...

Olá,

Subscrevo totalmente as suas palavras em relação ao abandono dos animais.

Acho que quando se decide ter um animal de estimação, há que ponderar muito bem se estão reunidas as condições para o ter. Para ter um animal em casa só porque é giro ou só porque sim...mais vale não ter.

Eu adoro animais. O que mais gostava era de ter em casa um cãozinho de raça pequena que me fizesse companhia. Mas para já sei que não tenho a disponibilidade necessária para depois tratar dele. Então: vou ter que esperar. Para já, vou enchendo de mimos a cadela que está em casa dos meus pais. É uma rafeira linda com 10 anos e gosto muito dela. Para mim, é como se fosse minha também.

Infelizmente neste país, quem abandona ou maltrata os animais nada sofre. E era altura disso mudar.

Quem sabe se um dia as coisas não são diferentes? Resta esperar que sim!

Teresa disse...

Subscrevo na íntegra.

Quem não gosta de animais NÃO É boa pessoa.

Também não vejo qualquer diferença na responsabilidade por um animal ou por um filho, ambas são para a vida inteira. Com uma única diferença: o animal nunca nos abandonará. Já os filhos... quantos não acabam por virar as costas aos pais?

Um beijo.

kuska disse...

"Os animais dividem connosco o privilégio de terem uma alma"

confesso que usei esta citação de Pitágoras( que teve na época muitos pensadores contra), para me apoiar numa muito íntima convicção de que os animais também têm alma.

e fico mais descansada por saber que S.Francisco de Assis pregava que não devemos ter vergonha se nos encontramos mais próximos dos animais do que das pessoas, porque os animais também são nossos irmãos. eu acrescento que gosto mais de animais do que de pessoas!

partilho ainda a opinião de Leonardo Da Vinci quando profetiza:

"chegará o dia em que os homens conhecerão o íntimo dos animais, e nesse dia, um crime contra um animal será um crime contra a humanidade"

beijinho pelo post!

Van Dog disse...

Afgane, estou contigo!

Afgane disse...

Carracinha,
Espero que possa vir a ter o seu animal de companhia num futuro próximo, será uma canseira mas será certamente um mar d felicidade que entra na sua vida e a fase de bebés que passa tão depressa. Os meus dois afegãos têm 9 anos e ainda parce que foi ontem que chegaram. Para mim continuam a ser os meus bebés e serão sempre.
Beijos

Querida Teresa,
Concordo inteiramente quem não gosta de animais não é boa pessoa! E tem razão quando diz que certamente muitos filhos viram as costas aos pais, uma prática das sociedades modernas.
Beijos

Kuskinha,
Espero que a professia do Leonardo se cumpra rapidamente, seria na minha opinião um dos maiores triunfos da humanidade. Nesse dia eu acreditarei que merecemos de facto ser chamados de humanos.
Beijos

Van Dog,
Obrigado pelo apoio e um grande abraço

AcidoCloridrix disse...

Essa é sem duvida uma luta séria,,,, em que todos nos deveriamos empenhar,,,, parabéns pela lembrança,,,

Pandora disse...

Olá, concordo inteiramente contigo.
Sempre tive algum animal comigo e não sei viver sem eles. São espantosos, sabem sempre como está o nosso estado de espírito e respeitam-nos inteiramente. Só é pena que a maioria dos humanos não faça o mesmo.
Gostei muito do vosso video. Deveriam tentar divulga-lo mais, pois nunca o tinha ouvido antes.
Gostava muito de vêr os teus Afegãos, não é uma raça muito vista por aí, e quando vais com eles á rua devem dar muito nas vistas. Não nos queres mostrar um dia destes???
Obrigada pela divulgação, sei que estás longe e não podes ir, mas pode ser que um dia eu esteja para esses lados.
Beijos.

Rita disse...

Concordo plenamente com tudo o que se disse aqui. Os animais são mesmo o máximo e gosto particularmente dos rafeiros acho que, principalmente os cães, têm um ar sábio... O meu Sr.Freddy (gato Siamês que fui buscar a um asilo) é o máximo. Toda a gente diz que nunca viu um gato assim então com as R's é demais às vezes parece um mártir mas não desarma e deixa-as fazerem tudo o que querem dele. É um querido até para os outros gatos. Já estou como tu não sei como há gente que os consegue abandonar mas tendo em conta que há gente que até bebés abandona...
Jokas

Afgane disse...

Acidocloridrix,
Amigo a luta pelos direitos dos animais é uma priorídad na minha vida e na vida de muitas pessoas deste país. Se todos ajudarmos um pouco é possível mudar o estado actual das coisas.
Abraço

Afgane disse...

Pandora,
Na verdade os meus galgos quando vão na rua são um espectáculo, toda a gente olha, comenta ou vem par lhes fazer uma festa. Eles adoram pois são muito sociáveis. Quanto a mostrar-tos um dia é quando quiseres e tiveres oportunidade. Quem sabe se vieres para estes lados, basta mandares um mail a avisar e organizamos as coisas, até porque também quero ver as tuas bonecas estou super curiosos, como deves compreender não vou colocar aqui o meu telefone he he he.
Beijos

Afgane disse...

Rita,
O que a experiência me ensinou é que infelizmente existe gemte para tudo e até para torturar animais inocentes e indefesos. Saber isto dá-me uma raiva imensa que resulta da impotência perante tanta situação. Mas vou continuar a lutar, tal como centenas de outras pessoas para mudar isto, para termos um país onde os animais tenham os seus direitos respitados e protegidos.
Beijos

kuska disse...

lerda como sou, só à 2ªvez revendo o post é que percebi que, clicando em cima dos cartoons, podia vê-los sem precisar de lupa!!!

os desenhos estão de gritos e a música muito adequada. Valeu!

claro que sou suspeita, mas nem por isso perdi o sentido crítico.

bjs

Afgane disse...

Kuska,
Por causa do que dizes é que acrescentei ao post uma indicação para verem os cartoons. Mas ainda bem que falaste nisso
beijos

Alexia disse...

Falamos de tanta coisa e quase sempre eles ficam esquecidos...e é com eles que tenhos a prova de um verdadeiro amor e dedicação

SALVEM OS ANIMAIS

beijocas

marla disse...

este é um post com cabeça tronco e membros, trocando por miúdos, com texto, ilustração e música.

parabéns aos cães que têm um tal dono!

p.s.há um desenho repetido, é intencional???

slap's

Carracinha linda! disse...

Olá,

Vim agradecer o comentário de hoje. De facto, apelamos tanto ao trabalho em equipa e a pensar como um "todo", mas na realidade as pessoas cada vez pensam/agem mais de forma individual.

No que a sociedade se transformou...