domingo, 30 de setembro de 2007

O Juízo Final

Foi já há alguns meses que recebi este vídeo que aqui coloco… na altura passei-o para todos os que conheço porque achei importante que o vissem e divulgassem, para que seja denunciado o crime que as imagens mostram, apenas um dos muitos se atendermos ao massacre dos cães na Coreia e cães e gatos na China, mas atenção porque recentemente existiu um massacre semelhante, muito embora de menores proporções, de pequenas baleias e golfinhos bem aqui na Europa mais concretamente na Dinamarca.
Este vídeo marcou-me para sempre e ainda hoje dou por mim a recordar fragmentos das imagens que vi. Ainda ecoam nos meus ouvidos os gemidos de dor dos pobres animais a serem massacrados num imenso sofrimento. Os culpados? Aqueles que se apelidam a si próprios de humanos.
Nós somos os maiores, mais poderosos e impiedosos predadores que se conhecem. Nós, os seres humanos, não nos detemos perante nada para alcançar um qualquer objectivo desde que este simbolize poder. Vivemos constantemente em busca de dias melhores e cada vez no enterramos mais. A globalidade está a entrar pela nossa porta dentro e nada podemos fazer para o evitar, amanhã não muito longe seremos todos um só povo e uma só raça. É um facto que as consequentes misturas de povos darão origem a uma única raça mista e que num futuro próximo as fronteiras terão que ser banidas face ao aumento da densidade populacional. Tudo está em mudança e não necessariamente para melhor. Vivemos mais anos, temos melhor apoio à saúde mas vamos ter que trabalhar mais anos escravizados pela sociedade em que nascemos sem que tivéssemos pedido para tal. Nascemos escravos no imediato e os meios de libertação possíveis são adquirir poder seja a que preço for e aí fugimos ao sistema. Basta que sejamos políticos ou milionários e já obteremos uma boa quota de liberdade.
Fui educado na religião católica que questionei amplamente desde tenra idade. Descobri-me cristão (que não é o mesmo que católico), estudei o oculto e as artes adivinhatórias. À medida que avançava nos meus estudos aproximei-me de outras religiões e crenças, delas bebi ensinamentos e cultura. Hoje coloco tudo isso em causa. E se não passasse tudo de uma grande mentira? E se na verdade não existe qualquer propósito divino? Imaginemos que somos uma espécie que evoluiu tal como todas as outras mas com capacidades que nos permitiram distanciar das demais. Afinal não seremos nada divinos. Imaginemos que o universo é uma força viva capaz de gerar vida e de se reinventar de rejuvenescer e que cada um de nós faz parte do processo regenerativo – quando nos cortamos abre-se uma ferida que deita sangue. Gradualmente a ferida sara, a pele regenera-se e a ferida desaparece – seremos todos nós células regeneradoras do universo? Teremos inventado os deuses para explicar o então inexplicável? Santos somos todos e também diabos. Temos o melhor e o pior em nós.
Muita gente perguntará então e o juízo final? A resposta parece-me óbvia: quando esgotarmos os recursos de que o planeta dispõe em especial a água tão necessária a todos os organismos vivos o que acontecerá? Esse será o julgamento final. Nessa altura, se não tivermos encontrado alternativas todos seremos condenados pelo que fizemos ao planeta em que nascemos e pagará o justo pelo pagador dirão vocês: o que uns fazem os outros permitiram e vice-versa logo a culpa é e será sempre de todos nós.
Não pretendo dar uma visão pessimista das coisas mas vejo-nos a caminhar a passos largos para um caminho sem retorno e as nossas preocupações maiores vão para o consumo, enquanto o resto nos passa ao lado. Todos temos que mudar e mudar alguma coisa para que reste algo para deixarmos aos nossos filhos e netos.
Deixo-vos este vídeo que tanto me impressionou e continua a impressionar. Sofro desde que o vi e sinto lágrimas de revolta nos meus olhos e espinhos que se cravam como punhais na minha alma. Em face disto sinto-me pequenino, indefeso e inseguro quanto a ser chamado de humano. Seremos dignos de tal nome?
Felizmente muitos de nós já mudámos ou estamos a mudar só espero que não seja tarde demais.







17 comentários:

Diabba disse...

Não vi o video, há coisas para as quais me falta a coragem e, pelo teu texto, achei melhor nem ver.

Os humanos não respeitam nada nem ninguém, vivem a olhar para o seu próprio umbigo, desde que a vida deles corra bem, passam por cima do que for preciso!

beijo d'enxofre

kuska disse...

olá!
ao ler o teu post senti o peso da vergonha de pertencer à raça humana. talvez esteja a ser egoísta, mas perante a perspectiva do futuro, em termos globais, fico menos preocupada porque não tenho herdeiros directos, falo de filhos claro...
tal como a diabba, também eu não consigo ver o vídeo. sabendo como és sensível calculo o horror.

o meu maior desejo é que as gerações vindouras sejam cada vez menos bicho-homem.

beijinho

Psyhawk disse...

Não vi o video por falta de coragem. Não consegui. Aliás faço isso com vários, mas confesso que sou da tua opinião.Nós achamo-nos uma grande coisa... mas já reparaste que quando aparece uma merdinha de um mosquito somos os primeiros a fugir. Somos uma bela merde isso sim

Carracinha linda! disse...

...não consegui ver até ao fim...até me estou a sentir mal...

O ser humano é sinceramente uma raça sem valores... Se é capazes de matar outros como nós...mais facilmente se faz isto a outras raças.

Bjs

Rita disse...

Tal como as outras pessoas que aqui comentaram não consegui ver o video. Confesso que estas crueldades são fortes demais para conseguir ver. Penso que as pessoas que praticam estas atrocidades são uns ignorantes para os quais os animais não passam de meros objectos. É como a Carracinha Linda! diz, consideramo-nos seres superiores mas somos sem dúvida inferiores a todos os outros, se até há humanos capazes de fazer mal às suas próprias crias...
Jokas

Thunderlady disse...

Olá Afgane.

Não consegui ver o vídeo agora (estou a almoçar) e pelas tuas palavras vou precisar de me encher de coragem para ver.

Ainda ontem escrevia eu sobre um dos meus cães fazer anos...

De todos os textos que já te li adorei este. Foi totalmente aoencontro das minhas próprias teorias, de muitas reflexões que faço.

Ainda sobre a brutalidade que se inflinge aos animais, eu pergunto: o que seria de esperar de quem faz o mesmo ou pior aos da mesma raça...?

Beijinhos

Van Dog disse...

Eu também não vi. É concerteza demasiado horrível. Resta-nos não perder a esperança que os humanos evoluam... :((

Afgane disse...

Diabba,
Olha o vídeo é horrível e se és impressíonável ainda bem que não viste. Tens razão quanto aos humanos, mas vai chegar o dia em que iremos ter dinheiro para comprar mas nada vai restar para comprarmos.
Beijos

Kuska,
Tens razão mas a verdade é que muitos de nós se procupam com o amanhã quando a preocupação e a acção tem que começar hoje. As grande corporações só mudam se lhes formos ao bolso caso contrário nem querem saber por isso o que podemos fazer? Não comprarmos produtos das marcas que abusam dos animais e do meio ambiente é a nossa forma de luta.
beijos

Psyhawk,
Confesso-te que vi o vídeo a primeira vez sem saber o que ia ver e depois tive que vr até ao fim porque me parecia impossível que tal acontecesse com tamanha crueldade para com uns animais maravilhosos quanto os golfinhos ou quaisquer outros. É triste ver o quanto somos corajosos contra os indefesos e tão cobardes contra os fortes. Quando vejo tudo isto sinto-me triste e sinto pena de nós.
Fizeste bem em não ver o vídeo conhecendo-te como te conheço iria acontecer-te o que acontece comigo ainda me perseguem as imagens e o que é pior os guinchos desesperados daqueles animais em sofrimento.
Abraço

Carracinha,
Eu avisei que o filme é chocante exactamente para que quem escolha ver saber ao que vai, mas é assim cara amiga, parece impossível como somos capazes de tamanha atrocidade e o pior é que a cena se repete todos os anos entre Outubro até Março do ano seguinte.
Beijos

Rita,
Tens toda a razão. E ainda chamamos nós animais a seres que são muito mais humanos do que nós.
Beijos

Thunderlady,
Sabes às vezes penso que vivemos todo uma grande mentira e que a evolução da sociedade é apenas uma forma de no explorar em todos os sentidos. Quanto mais evoluo mais constato que estamos cada vez mais longe de um qualquer objectivo e isso entristece-me, mas enquanto há vida existe a esperança.
Beijos

Caro VD,
Esperemos que a evolução não chegue demasiado tarde numa altura em que pouco ou nada reste para preservar. Não quero com isto parecer pessimista só prtendo tr os pés na terra antes que o chão me fuja debaixo dos pés.
Abraço

ALEXIA disse...

Olha hoje a correr mas com tempo para deixar uma grande beijoca

Black Cat disse...

Vi o vídeo. Não tenho palavras. Colocá-lo-ei no blog para que mais pessoas o vejam, com o teu texto, devidamente assinalado, se o permitires.
Não há palavras.
Não sei que dizer..
Raiva.
Ódio.
Vazio.

Afgane disse...

Lexia,
Aparece sempre gosto de te ver por cá.
Beijos

Black Cat,
Podes usar o vídeo e o texto pois quanto maior for a divulgação mais pessoas se podem juntar num protesto contra este estado de coisas.
Beijos

Gata Pingada disse...

Obrigada pela visita! Irei, em breve, colocar as tuas leituras nas minhas sugestões.
Aparece mais vezes e tras livros debaixo do braço, tá?

Beijinhos

Pandora disse...

Este é o tipo de filmes que mostro ás minhas filhas para que elas possam tomar consciensia do que está mal neste mundo, e um dia possam ser elas a dizer NÃO.È nelas que temos de apostar e tentar um mundo melhor sem estas barbaridades. Não precisamos de os comer para vivermos, mas principalmente não precisamos de os tratar destas formas para nos alimentar-mos deles.Quando digo "eles", refiro-me a todos os seres vivos.
Como eu mesma digo muita vez, nós somos o pior bicho que jamais existiu á face da terra.
Desculpa mas estou um pouco perturbada com isto tudo.
Beijos.

Gata Pingada disse...

Afgane, queria-lhe pedir que fotografe os livros que, neste momento, tem em cima da mesa de cabeceira. E envie a fotografia para gata.pingada@gmail.com


(*E não valem produções fotográficas. Queremos instantâneos, tá?)

Van Dog disse...

Afgane, põe um post novo por favor! (é que cada vez que venho aqui tenho que tapar o ecran com a pata: não consigo olhar outra vez nem para o texto...) eu sei, falta de coragem. Mas é tudo tão horrível... :(

Afgane disse...

Gata Pingada,
obrigado pela visita e livros andam sempre comigo. Vou enviar hoje a foto que me pediste.
beijos

Pandora,
Não há dúvida que se queremos mudar tudo isto convém nós não baixarmos os braços e mostrar aos nossos filhos as barbaridades que se cometem hoje para que não se repitam no amanhã deles.
beijos

VD
A teu pedido aqui vai um novo post
Abraço

black cat disse...

Afgane, admito que não tenho coragem para ver o video, se bem que faço ideia das imagens.

Como sabes, sou uma defensora dos Direitos dos Animais e custa-me imenso que em Portugal a Protecção exista apenas no papel. O que REALMENTE existe são pessoas, seres humanos dignos desse nome, que se dedicam à causa sem algum tipo de interesse que não seja a vida e o bem-estar dos Animais!

Eu faço donativos anuais para instituições que sobrevivem de gestos como o meu, e quando chegar a minha hora de me encontrar com o Criador, parte do meu dinheiro irá para essas instituições.