quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

As coisas boas da vida

Olá amigos,
Certamente que muitos de vós ficareis surpreendidos que após prolongada ausência do vosso convívio que muito me apraz, e do qual já sentia a falta, depois de um post cheio de mágoas e tristeza, como o anterior, aqui esteja eu de novo a escrever. Pois é, ao fazer uma fazer uma análise a tudo o que se passou ao longos destes meses, descobri que também muitas coisas boas aconteceram e que por vezes, algo menos bom na nossa vida pode, de certa forma influenciar-nos a fazer coisas boas que nos deixam agradáveis recordações. Durante este longo período de sete meses acabei, de uma forma ou de outra de reencontrar velhos amigos, voltei a escrever um artigo para uma revista na qual tinha parado de escrever e com isso revi um músico velho amigo e com ele passei uns momentos agradáveis, o meu amigo Paulo Barros. Um excelente músico, guitarrista da banda Tarântula, foi sem dúvida um bom momento para recordar pois não o via há vários anos. Entrevistá-lo foi um prazer e na verdade foi mais uma conversa entre amigos do que uma entrevista. Ainda nesta linha e devido a uma revista também, a Arte Sonora participei num fantástico almoço como convidado e onde tive a oportunidade de conhecer a Tânia Ferreira, directora editorial e a Mabília Martins, directora de produção, ambas super simpáticas e excelente companhia, contando ainda com a presença de muitas pessoas que conheço ligadas ao meio musical, comércio de instrumentos e também alguns músicos jornalistas da revista. Mas aqui tenho que realçar a presença de um velho amigo e companheiro destas lides do rock em Portugal, o meu caro amigo Sérgio Castro guitarrista e vocalista dos Trabalhadores do Comércio, mas que eu conheci ainda nos tempos de uma outra grande banda nacional que foram os Arte & Ofício. Devo dizer-vos que a seguir ao almoço as nossas anfitriãs, que não se pouparam a esforços para que nada nos faltasse, eu e o Sérgio Castro fomos até à redacção e num convívio mais intimista falámos da revista em que estive de corpo e alma até ao fim, a Promúsica. Mas a conversa animou quando eu e o Sérgio começámos a recordar histórias e episódios de mais de vinte anos de rock e muita poeira de estrada que calcorreámos em percursos que se cruzaram algumas vezes. Creio que ainda agora lá estaríamos a conversar se não tivessemos que ir às nossas vidas, tanto mais que o Sérgio ainda tinha que viajar para Vigo onde reside.
Curiosamente e por motivos que não vou referir aqui, um dia de manhã recebo um telefonema de uma pessoa conhecida a lembrar-me que os Scorpions estavam cá e que nesse dia, creio que 19 de Novembro, iam actuar na Gala do Casino Estoril. Eu perdi o contacto com os Scorpions em 2000 pela altura da gravação do DVD ao vivo no Convento do Beato. Mudei de casa e de telemóvel entretanto e várias outras coisas aconteceram e o contacto perdeu-se. Por causa dessa pessoa amiga que é fã dos Scorpions e gostava de ter um CD autografado deles,resolvi estabelecer vários contactos para chegar até eles. Apesar dos meus contactos serem bastante influentes o em cima da hora era um entrave. Mas como se tratava de uma Gala do Casino e conhecedor de como estas coisas se organizam não me foi difícil adivinhar onde se encontravam hospedados, o Hotel Mirage, em Cascais e pertença do grupo Estoril Sol. Liguei para lá identifiquei-me e pedi para me ligarem ao Matthias Jabbs um dos guitarristas da banda e aquele com quem tenho maior afinidade para além de uma grande amizade. É óbvio que me passaram ao Manager e este depois de eu dar o meu nome contactou o Matthias. Encontrámo-nos com verdadeiro prazer e fiquei a saber que ele já procurara a várias pessoas que me conheciam se sabiam do meu contacto. Estivemos longo tempo em amena cavaqueira e ele logo ali me perguntou se eu ia ver o show, ao que eu respondi que não tinha tido tempo de estabelecer o contacto para o efeito, mas num ápice eu e o fotógrafo que estava comigo, fomos convidados VIP para o excelente jantar servido na gala que teve lugar no salão Preto e Prata do casino, um jantar divino diga-se de passagem, mas que não poderia ter melhor sobremesa do que o fantástico concerto acústico que os Scorpions deram. Tudo isto foi sem dúvida um excelente momento que nunca mais vou esquecer.






Mas o mais importante é que desde então o meu contacto com o Matthias tem sido constante e existem algumas ideias interessantes que podem resultar em projectos comuns, mas isso será algo para falar mais para a frente depois de eu voltar de Frankfurt da feira da música que acontecerá em Abril e na qual o Matthias irá revelar algumas novidades à imprensa e ao mercado internacional. Neste momento os Scorpions estão em estúdio a gravar um disco que acreditem será uma surpresa pelo que me foi revelado.
Mais recentemente conheci um guitarrista com alguma projecção e que tem um estúdio em Aveiro. A partir de uma agradável conversa e guitarradas fiquei a saber dos muitos projectos interessantes que pelo dito estúdio têm passado, sem que alguém tenha conhecimento disso. É evidente que se falou de uma visita ao estúdio uma entrevista, fotos e informação para uma revista da especialidade a Produção Áudio Música. Para mim será mais um prazer. Fora isso o retomar do contacto com algumas pessoas que deixei um pouco à margem durante este tempo, trouxe-me à memória alguns projectos que ficaram em banho-maria, um deles o finalizar de um disco que iniciei com o meu amigo, excelente e talentoso músico e produtor Álvaro M Rocha. Na verdade já temos alguns temas gravados faz já muito tempo, mas acho que está na altura de acabar o que começámos só que incluirei alguns temas novos que tenho na ideia e que em breve os escreverei.
Tenho ainda um projecto que irá tomar forma e que envolve pessoas de que gosto e com quem pude contar sempre pois que em momento algum me abandonaram e compreenderam o meu devaneio, a minha ansiedade e total dedicação a algo que monopolizou a minha atenção. Mas eu saber que as tive e tenho comigo e que muito embora eu nem sempre lhes tenha dado ouvidos, faz-me sentir imensamente feliz. Não posso deixar de mencionar a minha melhor amiga Kuska com a sua paciência, carinho, compreensão e muita sensatez esteve sempre ao meu lado, a minha querida Cláudia que me escutou vezes sem conta e muito se preocupou comigo e que agora está sempre disponível para mim, a minha amiga Sttefie uma voz sensata e carinhosa sem deixar de ser objectiva. A lista continuaria longa e isto não era um post era um novo testamento. No global, por tudo o que já enumerei e por tudo o que ainda está para vir, meus amigos, na verdade posso dizer que sou um homem feliz e que é bom poder contar convosco. Um muito obrigado a todos.

9 comentários:

Anónimo disse...

IUPI!!
Bem-vindo de volta, amigo!!

Um beijo
Inês

Pandora disse...

Querido Afgane, que bom ter-te de volta ao meu canto, já tinha saudades tuas, e esta demora , confesso, que me estava a preocupar.
Na verdade depois da tempestade vem a bonança, pelo menos é o que o povo diz. Com todos estes projectos em mente acho que é isso mesmo que vai acontecer, e como já dizia o poeta "o sonho comanda a vida" toca a sonhar, porque te quero ver lá bem no alto, feliz e sorridente, onde ninguem te possa magoar.
Beijos.

Anónimo disse...

Boa António!
Isto é que é "falar" e continuar a viver a vida!
Beijinhos da amiga Sara

Van Dog disse...

Que bom que voltaste, Afgane! E com tantas novidades tão interessantes!
Uauff!

Carracinha Linda! disse...

Olá Afgane!

Gostei de ler este post e de saber que tem vários projectos em mão. Vai correr tudo bem. E não tarda, o que de menos bom aconteceu nos últimos meses, será apenas uma recordação.

Bjs e bom fim-de-semana!

Afgane disse...

Meus queridos amigos,
Acreditem que é bom estar de volta visitar os vossos cantos e ter-vos aqui neste meu simples espaço. Obrigado pelo vosso apoio e desejo a todos toda a felicidade de mundo e claro contem comigo
Beijos e abraços.

Anónimo disse...

Olá

as coisas boas da vida devem ser tão simples e tão pequeninas que a maior parte das vezes não damos por elas..
mas quando tomamos consciência delas é como se tivessemos descoberto a 19ª maravilha do mundo!

beijos e slap's

Kuska e Marla

Anónimo disse...

huuummm
as coisas boas da vida são tão simples e pequenas que a mair parte das vezes não damos por elas..
quando tomamos consciência delas, parece que descobrimos a 10ª maravilha do mundo!

vai em frente!
beijossssssss

Kuska

Anónimo disse...

espectaculo xD sempre rodeado de pessoas conhecidas... so a mim é que não me acontecem destas coisas ;P mas pronto acho bem acho bem esclareca-me só umas coisinha franckfurt fica a onde? xDD
E vá em frente como diz o velho ditado mas nao menos sensato "quem não arisca não petisca" ;D